FERNANDO PRESTES 2001-2017
Interrupções de energia causa grande prejuízo à empresa de Fernando Prestes; CPFL diz que está instalando religadores automáticos

Publicado em 19/08/2017 as 11h40

Atualizado em 18/08/2017 as 15h30

 

Seis toneladas de amendoim queimado. Esse foi o resultado das constantes quedas e interrupções de energia elétrica em Fernando Prestes. A empresa Grãos União situada no Distrito Industrial “Ercidio Borgonovi” que atua na torrefação e comercialização de amendoim teve de descartar seis toneladas do produto por falta de energia elétrica.

 

Segundo Wanderlei Estruzani, um dos proprietários da torrefação, os fornos funcionam a base de gás que abastecem os queimadores e, energia elétrica que movimenta os motores dos cilindros internos que mexem o amendoim durante a torração. Quando há interrupção de eletricidade os motores dos cilindros param e sem movimentação o amendoim queima, mesmo desligando os queimadores a gás, pois atingem altas temperaturas.

 

Estruzani  disse que trabalham em dois turnos na empresa e as quedas e interrupções de energia são corriqueiras e sempre perdem amendoim. “Mas nesta semana foi demais, pois na quinta e sexta –feira, ( dias 17 e 18/08) a energia caiu várias vezes  por um longo período e perdemos muitas torradas em nossos cinco fornos” disse o empresário. Ele também alegou que além do amendoim perdido, muitos equipamentos são danificados pelas quedas.

 

Incialmente a empresa pretende acionar a CPFL via administrativa e se não houver retorno por parte da concessionária entrará com uma ação judicial para ter os prejuízos reparados.

 

Alegações da CPFL

 

A redação deste jornal entrou em contato via e-mail com a CPFL que respondeu através de sua assessoria de imprensa. Veja a resposta:

 

“A cidade de Fernando Prestes sofre com duas causas principais de interrupções de energia: as constantes ações de quadrilheiros, que furtam cabos da rede que abastece o município e a falta de critério dos proprietários rurais que não respeitam a faixa de servidão. Nos dois casos, os desligamentos ocorrem sem que haja qualquer aviso antecipado.

 

No primeiro caso, os desligamentos ocorrem por ação dessas quadrilhas que furtam os cabos da rede, deixando a cidade desabastecida. Na semana passada, uma ação da polícia desmantelou uma dessas quadrilhas, com a prisão dos responsáveis. Nesse caso, a CPFL está agindo juridicamente, e em trabalho conjunto com as autoridades, para que se levante e leve à prisão as quadrilhas, que agem furtando cabos da rede elétrica.

 

No caso de respeito à faixa de servidão, é necessário que os proprietários se conscientizem da necessidade de manter a faixa de servidão livre, para acesso das equipes de manutenção. Ocorre que muitas vezes, essas equipes levam até dias, percorrendo a pé as redes elétricas, para encontrar um defeito, por conta da ocupação dessas áreas. Muitas vezes também encontram porteiras de sítios e fazendas trancadas com correntes e cadeados, impossibilitando o acesso.

 

Outro ponto é o plantio de árvores de grande porte nessas áreas, que acabam interferindo na qualidade da energia fornecida, pois muitas vezes galhos e até árvores inteiras caem sobre a rede elétrica, danificando postes e rompendo galhos.

 

Na quinta-feira, dia 17/08, por exemplo, as equipes de eletricistas se depararam com problemas de acesso a uma faixa de servidão para realizar os trabalhos de recuperação de equipamentos que apresentavam defeitos, provavelmente por ação de ladrões. Por conta desse defeito a cidade sentiu diversas oscilações e piscas (interrupção momentânea de energia, com duração máxima de três minutos). Após conseguir o acesso, as equipes solucionaram os problemas.

 

Para melhorar a qualidade do fornecimento de energia para seus clientes de Fernando Prestes, a CPFL está implantando sistemas automáticos (religadoras com acionamento por telecomando) em uma segunda fonte de alimentação. Esses sistemas vão permitir manobras rápidas, em caso de problemas que afetem a fonte principal, sem que haja oscilação.

 

A CPFL Paulista orienta os clientes que tiveram problemas de falta de energia ou dúvidas sobre RESSARCIMENTO a entrarem em contato com a empresa através dos canais de atendimento:

 

·         Web mobile: www.cpfl.com.br (acesso via smartphone)

·         Site: www.cpfl.com.br

·         SMS: enviar para 27351 (em casos de falta de energia, o cliente envia seu código de consumidor para este número e recebe também via SMS a previsão de restabelecimento)

·         E-mail: paulista@cpfl.com.br

·         Contact Center: 0800 010 1010 (ligação gratuita)

·         Agências de atendimento presencial nos municípios atendidos”

Wanderlei 2.jpg

Estruzani mostra uma porção de amendoim queimado

Wanderlei 1.jpg

Os equipamentos elétricos também são danificados pelas interrupções de energia