FERNANDO PRESTES 2001-2017

A TROMBETA 15 ANOS

Publicado em 07/09/2015


Por José Saul Martins*

Desde o “colegial” na década de 1980 eu e o Kim (Carlos Alberto Bertoline) ensaiávamos montar um jornal aqui em Fernando Prestes. Ao término do Ensino Médio ele foi estudar Quimica e eu Jornalismo na Unaerp em Ribeirão Preto.


Apesar de ter grande empatia por telejornalismo, atuei em vários momentos no jornalismo impresso. Ainda na faculdade em 1986 atuei como estagiário num suplemento agrícola do Jornal de Ribeirão juntamente com Carlo Severino. Pouco antes de entrar Polícia Civil produzi com Dirceu Godoy “O Post”, motivos de boas risadas até hoje. Em meados da década de 1990 fazia free lancer na “Comarca Regional” com Carlos Alberto Alencar e Armando Cunha em Monte Alto.


Em 2001 eu e o Kim voltamos a falar em jornal e resolvemos criar A TROMBETA. O nome foi sugestão dele e juro que nem lembramos do famoso homônimo do “Bem amado” de Dias Gomes. O nosso colou e deu certo. Desde o início até hoje Walmir Quirino segue no apoio publicitário e parceiro em defesa do bom jornalismo.

Inicialmente em formato tablóide A Trombeta tinha uma tiragem de 1500 exemplares e circulava mensalmente em Fernando Prestes, Agulha, Aparecida de Monte Alto, Cândido Rodrigues e Botelho. Após um ano de tablóide, em 27/09/2022, a edição nº13 foi impressa em tamanho standard. Durante esses 15 anos o jornal circulou por um tempo em Vista Alegre do Alto, mas hoje, exceto Botelho mantém a logística original. Em 2003 o Kim deixou A Trombeta e segui adiante


Nesses 15 anos uma versão “virtual”, ou “on line”, do conteúdo informativo gravitou em torno do jornal em dois momentos. Com a internet cabeada, meio capenga, foi criado o www.fernandoprestes.net, com notícias e outras informações não apenas de Fernando Prestes, mas em consonância com a versão impressa, de outras cidades da região. Em outro momento o link www.atrombeta.com.br foi até divulgado, mas ficou apenas no projeto e nunca foi publicado.

A internet chegou de verdade em julho de 2014 com a criação do www.jornalatrombeta.com.br que publica a maioria das noticiais da versão impressa, e ainda informações exclusivas e atualizadas de outras localidades, extrapolando o plano original, muitas vezes com conteúdo expandido. Acompanhando a evolução das mídias, A Trombeta pratica hoje com a ajuda das redes sociais, o que chamamos de transmídia, que é a veiculação das noticias e informações em mais de uma plataforma (impressa e virtual) e interagindo com o leitor/usuário/colaborador.


A transmídia alavancou consideravelmente A Trombeta. Apenas em 2015, de janeiro até hoje o site teve 15.049 acessos, com 11 mil usuários e 22 mil visualizações de páginas. Números razoáveis para um jornal com informações regionais. O próximo passo é achegar em outras cidades da região.

Curisosidades


Durante esses 15 anos foram divulgadas notícias de todos os tipos, mas a edição que impressionou foi a 64º de 26/02/2007 quando publicamos imagens da trágica e maior enchente de todos os tempos que chocou Fernando Prestes.

A impressão definitiva em cores da capa foi a partir da edição 167 de 30/08/2012. A primeira impressão em cores dA Trombeta foi acidentalmente, por erro da gráfica em 29/04/2005 na edição 43.


Devido às publicações oficiais das prefeituras de Fernando Prestes e Cândido Rodrigues, algumas edições saíram do projeto mensal. Algumas edições especiais e exclusivas também ocorreram como a de 08/09/2004, que teve uma tiragem de 10.000 exemplares e foi distribuído com exclusividade durante a festa de Aparecida de Monte Alto.


*José Saul Martins - Jornalista criador do jornal A Trombeta



CLIK AQUI E FAÇA SEU COMENTÁRIO